7 Regras de Ouro para a protecção dos mais pequenos na Web | Pplware Kids

7 Regras de Ouro para a protecção dos mais pequenos na Web

Actualmente os mais novos sabem muito mais que grande parte dos adultos sobre estes assuntos dos computadores, da Internet, de telemóveis e de outras coisas ligadas à tecnologia. A verdade é que até os professores têm dificuldades em acompanhar a evolução destas “coisas” e os jovens dominam os termos, conversam entre eles e ganham uma capacidade nata de resolver os enigmas.

Então como podem os encarregados de educação e os docentes ter uma atitude protectora e pro-activa perante os perigos que existem na Internet?

Basicamente devem ter em atenção 7 regras de ouro que aqui deixamos.

Imagem: Monkey Business


São regras simples, regras do dia a dia, são acima de tudo pequenas rotinas que têm de entrar na sua vida. Passam a ser regras essenciais para a segurança on-line de pais e filhos.

 

Regra número 1

Perceba como funciona o computador do seu filho, ou arranje alguém que o ajude nessa tarefa. Depois não facilite. No computador tenha pulso firme, tenha uma política de utilização, defina uma palavra-chave para o seu computador para evitar o livre acesso ao mesmo e permita que as crianças apenas naveguem na Web durante os momentos em que tiver oportunidade de ir verificando periodicamente (sem ser muito intrometido) as suas actividades online.

Defina regras claras sobre o uso dos computadores, tenha uma conversa sobre o porquê desta sua preocupação.

imagem_regras_de_ouro03

 

Regra número 2

Em continuidade com a anterior seja sempre honesto com eles, eles são muito inteligente. Fale com os seus filhos sobre a privacidade na Internet: diga claramente que nunca devem fornecer os dados pessoais e outras informações como a escola onde andam e locais que costumam frequentar, na Web e em que redes sociais.

Vinque bem estes pontos para que saibam o perigo que é fornecer estas informações.
 

Regra número 3

Tenha cuidado com a webcam: pode ser facilmente ligada à distância por utilizadores mal intencionados (sim é a tal história do malware instalado sem saber no computador lá de casa). Desligue ou desactive este equipamento quando não a estiver a usar. O malware pode aceder à sua webcam, sem o seu conhecimento. Se os filhos querem usar a webcam, certifique-se de que está por perto e que a conversa apenas está a ser mantida com amigos ou conhecidos da família.

imagem_regras_de_ouro01

 

Regra número 4

Todos os browsers de Internet armazenam um histórico de navegação que deverá ser analisado de forma periódica pelos pais. Se por algum motivo verificar que o histórico foi apagado é uma boa oportunidade para ter uma conversa com o seu filho, tentando apurar os motivos que o levaram a fazê-lo.

Se não sabe como o fazer, não se fique por aí, peça ajuda a um amigo, é fácil e eles certamente vão ajudar, mais vale dizer que não sabe e aprender, que se manter na ignorância.

 

Regra número 5

As redes sociais não as deveriam deixar usar enquanto são crianças, isto porque não têm um entendimento dos riscos e das responsabilidades que a utilização errada pode trazer. Contudo, se tem Facebook ou outra rede social, veja se a criança partilhar o mural com ‘Todos’ ou ‘Amigos de Amigos’ pois esse comportamento leva a que se perca o controlo sobre quem tem acesso aos dados do menor. O mesmo acontece com o uso de aplicações duvidosas no Facebook. Estas podem levar a que o seu filho partilhe os dados com o mundo inteiro.

Não permita que publiquem imagens privadas da família ou do menor, seja rigoroso, até porque as crianças podem publicar imagens de terceiros e isso pode trazer problemas ao encarregado de educação.

 

Regra número 6

As informações que foram colocadas na Internet não desaparecem, na realidade. Não presuma que, quando excluir uma foto, ou até mesmo a conta de utilizador na rede social, os dados são imediatamente apagados. As fotos e informações podem já ter sido guardadas no computador de outras pessoas. Além disso, tudo fica armazenado no servidor.

Repare neste bom exercício para verificar a veracidade desta informação: se eliminar a sua conta, por exemplo, no Facebook, Google Plus e posteriormente a voltar a reactivar, vai encontrar tudo aquilo que pensava ter sido eliminado. As crianças e os pais devem pensar duas vezes sobre as imagens e informações que colocam na Internet.

imagem_regras_de_ouro02

 

Regra número 7

Não deixe de ter o seu computador sempre protegido. Os sistemas operativos têm mecanismos de segurança, além disso, escolha uma boa solução antivírus para proteger o computador de “males” que chegam pela PenUSB que o seu educando traz da escola, do que ele descarrega da Internet. Muitas vezes o mal está dentro da máquina e as pessoas nem dão conta.

Não precisa de gastar muito dinheiro, há soluções gratuitas. Veja aqui algumas para poder usar. Se tem dificuldades, voltamos a sugerir o mesmo, peça ajuda.

Arquivado na categoria: Educação, Pais e Professores, Segurança


Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.