Cientistas irão criar cópias digitais de ente-queridos falecidos | Pplware Kids

Cientistas irão criar cópias digitais de ente-queridos falecidos

A morte de um ente-querido é sempre uma altura triste. Por isso, uma empresa funerária sueca, promete revolucionar a forma como encaramos a morte e está à procura de voluntários.



Uma forma de atenuar a dor da separação definitiva

Cada cultura encara a morte da sua maneira, mas nunca deixa de ser um momento de despedida. A Fenix, uma funerária sueca, com a ajuda de investigadores, arranjou uma forma de tornar esse acontecimento menos doloroso.

A inteligência artificial é parte fundamental do projeto. Ao que parece a empresa quer criar cópias digitais das pessoas que faleceram. Através de programas informáticos que respondem de forma automática, simulando uma conversa normal.

A ideia é criar cópias digitais dos ente-queridos de forma a que seja possível comunicar com estes como se ainda estivessem presentes. A etapa seguinte é conseguir reproduzir a personalidade da pessoa de forma a tornar a conversa o mais real possível.

Há algumas décadas atrás a única lembrança que se podia ter era através de fotos. Desta nova forma, poderá ter a oportunidade de falar, através de um programa de computador com a voz da pessoa falecida, imaginando assim que está a falar com ela.

Cópias digitais que se assemelham à pessoa falecida

Nesta primeira fase do projeto, os investigadores procuram voluntários que autorizem que sejam criadas cópias dos seus familiares falecidos, e recriar a voz da pessoa falecida com o auxilio da inteligência artificial.

Essa cópia digital, conseguirá no início, apenas responder a perguntas relacionadas com os preparativos do funeral, mas numa etapa mais avançada, será capaz de responder, com a voz do falecido, a perguntas relacionadas com a vida quotidiana e com o clima.

A inteligência artificial está cada vez mais a entrar em campos nos quais o ser humano não consegue, por si só, alcançar. Esta é uma oportunidade que não seria possível de outra forma.

Pode parecer, por enquanto, algo muito estranho e até arrepiante para algumas pessoas, mas será certamente algo que passará a existir num futuro próximo e que rapidamente se tornará normal.

Arquivado na categoria: Saúde


3 Comentários

  1. DEMASIADO BLACK MIRROR

  2. Até pode subsituir a pessoa visada ainda em vida, quando ela divergir das nossas necessidades… tipo, “agora estou chateado contigo porque não hajes das forma que gosto ou quero e por isso vou passar a falar com a tua copia IA”! Estes criativos esquecem-se que ao abrirem “uma pequena janela de ar fresco”, criam inumeras tempestades com as correntes de ar consequentes… A ideia em si é tenebrosa em todos os aspectos, desde os mais elementares (reforçam as psicopalotogias e impedem a nossa natural gestão da dor) que têm mesmo a ver com o respeito dos entes queridos e que nada os subsitui, aos principios espirituais, que subjazem a razão de em certas religiões a pratica de se desfazer o mais rapidamente possivel do feretro… mas isso são outros quinhentos que não cabem numa sociedade hipermaterialista!

    • A ideia pode ser tenebrosa para algumas pessoas mas não o será para outras. Como tudo na vida quem quer faz, quem não quer não faz. Não prejudica ninguém…

Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.



×