Último minuto de 2016 terá 61 segundos | Pplware Kids

Último minuto de 2016 terá 61 segundos

Parece que ainda foi “ontem” que entrámos em 2016 e já estamos prontos par avançar para 2017. Na escala do Tempo Universal Coordenado (UTC), desde 1972 que se têm acrescentado vários segundos, isto porque a rotação da Terra também tem abrandado.

Sabia que, mais logo, o último minuto de 2016 terá 61 segundos.


De acordo com um comunicado da agência AFP, publicado pelo jornal Público, “este segundo suplementar, ou intercalar, permite relacionar o tempo astronómico, ligado à rotação da Terra, com a escala do tempo legal extremamente estável definida desde 1967 pelos relógios atómicos”.

A causa está relacionada com forças gravitacionais da Lua sobre a Terra, que originam marés oceânicas.

O objectivo é compensar o desfasamento entre a escala do Tempo Atómico Internacional (TAI) – que é muito rigorosa e, actualmente, definida por uma rede mundial de relógios atómicos – e a escala do tempo astronómico, definida pela rotação real da Terra. A UTC é a hora de referência mundial, é a hora oficial da Terra.

segundo

Portugal Continental e a Madeira, que estão alinhados com a hora legal (ou oficial) da Terra, terão assim mais um segundo, precisamente a seguir às 23h59m60s de 31 de Dezembro, ou seja, podemos considerar que o último minuto de 2016 terá 61 segundos. De referir ainda que o último segundo acrescentado foi em 30 de Junho de 2015.

Arquivado na categoria: Curiosidades


Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.