Tem mais de 40 anos? Só devia trabalhar 3 dias por semana! | Pplware Kids

Tem mais de 40 anos? Só devia trabalhar 3 dias por semana!

Das horas de sono aos elementos dispostos na mesa de trabalho, existe uma série de factores que influenciam a produtividade de uma pessoa.

Agora, há um estudo com o qual muitos irão achar que deveria servir para criar uma nova lei do trabalho. Segundo um grupo de economistas da Universidade de Melbourne, as pessoas com mais de 40 anos poderão ter melhor desempenho profissional se apenas trabalharem 3 dias por semana.

arcitect_work_in_office_0


Este estudo analisou os hábitos de trabalho de 3 mil homens e 3,5 mil mulheres da Austrália com mais de 40 anos, associando-os aos resultados de testes de capacidade cerebral.

Perante esta análise foi possível concluir que o trabalho em tempo parcial promove um estímulo maior ao cérebro evitando a exaustão e o stress das pessoas a partir desta idade.

dicas-contra-o-cansaço

Numa altura em que se debatem as questões do aumento da idade da reforma em vários países por todo o mundo, muito por causa do aumento da esperança média de vida, estes economistas apelam para que estes dados sejam também tomados em consideração no debate.

 

O estudo e os resultados

Os indivíduos que participaram no estudo fizeram testes em que liam palavras em voz alta, recitavam listas de números de trás para a frente e precisavam ligar letras a números com limite de tempo.

De uma forma geral, aqueles que trabalhavam cerca de 25 a 30 horas por semana foram os que obtiveram os melhores resultados.

O trabalho pode ser uma faca de dois gumes. Estimula a actividade cerebral, mas ao longo de demasiadas horas e numa série de funções pode causar fadiga e stress, o que pode potencialmente danificar as funções cognitivas

Explicaram os investigadores.

Segundo um dos economistas que participou no estudo, Colin McKenzie, trabalhar longas horas é mais prejudicial ao cérebro do que ficar sem trabalhar. As pessoas que trabalhavam cerca de 60 horas por semana apresentaram uma actividade cognitiva inferior do que as pessoas desempregadas.

 

Mas trabalhar menos horas é melhor do que não trabalhar nenhuma

descançar

Outra das conclusões que se retira deste estudo é que, ainda assim, trabalhar mais do que 25 horas por semana num emprego, é preferível do que não trabalhar nenhuma, já que foi encontrada uma redução da capacidade cognitiva de um grupo de indivíduos para o outro.

Fonte: BCC

Arquivado na categoria: Curiosidades


Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.