Harry Potter: cientistas perto de criarem o Manto de Invisibilidade | Pplware Kids

Harry Potter: cientistas perto de criarem o Manto de Invisibilidade

Quem é fã, leu os livros ou viu os filmes da saga do Harry Potter, decerto que se recorda do famoso Manto de Invisibilidade. Este fabuloso manto, tornava invisível qualquer coisa que estivesse por debaixo.

Agora, os cientistas conseguiram aperfeiçoar a tecnologia e estão mais perto de criar algo semelhante, que funcione na realidade.

Manto de Invisibilidade



Este tema já havia sido falado, aqui no Pplware, em 2009 e em 2014 e agora surgiram mais avanços para que, daqui a uns tempo, seja possível termos mesmo, na vida real, um Manto de Invisibilidade. Este manto, que decerto daria muito jeito, torna invisível tudo aquilo que estiver debaixo de si.

Essa ferramenta, que se tornou famoso sobretudo na saga Harry Potter, foi estudada por investigadores da Escola de Engenharia Electrónica e Ciência da Computador, da Universidade Queen Mary, em Londres. Os cientistas demonstraram um dispositivo, que permite que as superfícies curvas pareçam achatadas para as ondas electromagnéticas.

invisibilitycloak

Basicamente trata-se de uma transformação óptica, como explicou o professor Yang Hao, daquela universidade.

Ou seja, os investigadores revestiram uma superfície curva com um dispositivo feito de sete camadas diferentes, sendo que a propriedade eléctrica de cada uma dessas camadas, dependia da sua posição.

Ora, num objecto normal com curvas, as ondas electromagnéticas espalhavam-se sobre as curvas, fazendo com que a existência desse objecto fosse óbvia e visível. Contudo, com este dispositivo, isso não acontece. Em vez de se verem as curvas, estas aparecem achatadas, disfarçando a sua existência, tornando-se mais difícil detectar esse objecto.

srep29363-f1

Segundo o mesmo professor universitário:

As pesquisas anteriores mostravam que esta técnica funcionava numa frequência. Contudo, conseguimos demonstrar que também funciona numa frequência maior, tornando-a mais útil, para que seja possível aplicá-la a outras áreas da engenharia como nano-antenas ou na indústria aeroespacial.

Yang Hao

Podem conhecer todos os pormenores, desta pesquisa, no artigo científico lançado na passada sexta-feira, no Scientific Reports. Ver aqui.

Arquivado na categoria: Curiosidades


Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.



×