Há 5 mil anos já se fazia Cerveja na China, quer a receita? | Pplware Kids

Há 5 mil anos já se fazia Cerveja na China, quer a receita?

A cerveja artesanal está na moda e agora podem ter um exemplo com 5 mil anos para servir de comparativo ao palato dos mais apreciadores.

Um jarro de argila milenar foi encontrado por arqueólogos da Universidade Stanford (EUA) numa escavação nas margens do rio Wei, na região centro-norte do país.

pplware_cerveja


Esta descoberta deixou os pesquisadores animados, já que traz várias informações. Primeiro, resíduos de cerveja milenar foram encontrados no fundo da garrafa, e uma análise dessa substância revelou a sua composição. Esta é a receita de cerveja mais antiga do mundo.

A combinação parece improvável, mas pode-se revelar saborosa: sorgo, milhete, cevada, tubérculos e Coix lacryma-jobi, também conhecida como Lágrima de Nossa Senhora. Esta última é conhecida na Ásia por fazer parte de outras bebidas alcoólicas, como o okroju da Coreia do Sul.

pplware_cerveja01

A descoberta da cevada no jarro impressionou os arqueólogos. “Esta receita indica uma mistura das tradições chinesa e ocidental – cevada do ocidente, milhete e Lágrima de Nossa Senhora da China”, explica o autor principal do estudo, Jiajing Wang. “O meu palpite é que a cerveja pode ter sabor azedo e adocicado”, refere. O sabor doce viria dos tubérculos.

 

Antes do Pão nasceu a Cerveja

Outra revelação importantíssima para os pesquisadores e historiadores em geral é que a descoberta do artefacto e dos seus resíduos indicam que a plantação de grãos já era praticada pelo menos mil anos antes do que se acreditava anteriormente.

Essa mudança na linha do tempo sugere que antes de adotar a cevada na alimentação, o grão já era usado na bebida na China. Por outras palavras: ao invés de a bebida ter sido criada a como consequência da cultura do grão para alimentação, a cerveja pode ter surgido antes do uso da cevada nos alimentos.

As escavações aconteceram em dois sítios arqueológicos datados entre 3.400 e 2.900 a.C.. Outros artefactos encontrados incluem instrumentos para a fermentação da cerveja, como filtros e fornos que podem ter sido usados para aquecer os grãos. O estudo foi publicado na revista norte-americana Proceedings of the National Academy of Sciences.

Via: Hypescience | Phys

Arquivado na categoria: Curiosidades


1 Comentário

  1. Isto numa secção de kids faz todo o sentido 🙂

Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.