Descoberta uma “quase segunda Lua” da Terra | Pplware Kids

Descoberta uma “quase segunda Lua” da Terra

Cada vez mais sabemos que é maior o desconhecimento do que o conhecimento do espaço que nos envolve. E se lhe disser que a nossa lua não é única companheira cósmica da Terra?

Na verdade, foi descoberto há pouco tempo um asteróide 2016 HO3 que também orbita o Sol e, tal como a Lua, este não se desvia muito da Terra, tornando-se assim uma “quase segunda Lua” da Terra.

397065-asteroid


Este não é caso único, os asteróides têm órbitas que são seguidas e são detectados padrões nos seus comportamentos ao longo de décadas. Segundo Paul Chodas, do Centro de Estudos dos Objetos Próximos da Terra da NASA, “Um outro asteróide – 2003 YN107 – seguiu um padrão orbital semelhante durante algum tempo, isto há mais de 10 anos atrás, mas, desde então, partiu para longe da nossa vizinhança”.

Já o novo asteróide, por sua vez, possui uma órbita mais coincidente com a do planeta Terra:

Os nossos cálculos indicam que 2016 HO3 tem sido um quase-satélite estável da Terra há quase um século e vai continuar a seguir esse padrão nos séculos que virão.

Este asteróide foi descoberto no dia 27 de Abril por cientistas que operavam o telescópio Pan-STARRS 1, no Havai.

asteroid-2016-ho3-quasi-moon

 

Mas este asteróide é do tamanho da Lua?

Enquanto a Lua tem 1.737 km de raio, este asteróide é substancialmente mais pequeno. Não se sabendo o tamanho exacto do objecto espacial, os investigadores pensam que ele terá entre 40 a 100 metros de largura. Este rochedo espacial à medida que orbita o Sol, faz também uma órbita em torno da terra, metade passa pela frente do planeta, a outra metade passa por trás.

Segundo as declarações dos investigadores, a órbita do asteróide 2016 HO3 é ligeiramente inclinada em relação à da Terra, de modo que o asteróide também oscila para cima e para baixo através do plano orbital do nosso planeta.

 

Poderá colidir coma a Terra?

As simulações que são feitas às órbitas do 2016 HO3 indicam que o trajecto deste tenderá a mudar com o passar do tempo, a força gravitacional da Terra, contudo, evitará que se aproxime do planeta, forçando a que mantenha sempre uma distância estável, andará sempre para lá dos 14,5 milhões de quilómetros do nosso planeta e não se afastará mais do que 38,6 milhões de quilómetros.

Com efeito, este pequeno asteróide está preso numa pequena dança com a Terra.

Afirmou Chodas.

Este asteróide ainda dará mais informações, é ainda pouco conhecido mas, pelo que foi dado a conhecer, mantém uma vizinhança segura, uma Lua pequena em forma de calhau!

Via: Space

Arquivado na categoria: Curiosidades


Deixar uma resposta


Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.



×